Nossa História

Terra Livre 21 anos - Uma história, muitas vidas

ANO 21 2017
São 20 anos completos, há que se celebrar! Desafios, conquistas e ainda muito o que fazer. O reencontro com ex-alunos do TL, hoje homens empoderados, com formação de nível superior e buscadores de seus sonhos, reforça a certeza de que só com amor, solidariedade e respeito se educa de verdade e de que estamos no caminho certo. O Conselho Deliberativo da ONG se fortalece e agora é formado por 8 lideranças que se dividem entre uma comissão educacional e uma comissão administrativo-financeira. Baterias recarregadas para se voar mais alto, por mais tempo, com mais leveza.
  • Ano 20 :: 2016 - O ano foi marcado pela crise econômica que assola o país e com isso a saída de vários parceiros e mantenedores da instituição.
    O ano foi marcado pela crise econômica que assola o país e com isso a saída de vários parceiros e mantenedores da instituição. Uma epidemia de zika vírus quase cancela a 9ª edição da Semana da Solidariedade. Quase… Somos fortes! Sonhadores e realizadores. Acreditamos num mundo mais justo, humano e amoroso. O planejamento estratégico deste ano traz de volta o foco para a prevenção, a proteção dos direitos de crianças e adolescentes.
  • Ano 19 :: 2015 - Agora escritório e programas educacionais e humanitários acontecem no mesmo espaço físico, em Aparecida de Goiânia.
    Agora escritório e programas educacionais e humanitários acontecem no mesmo espaço físico, em Aparecida de Goiânia. A equipe administrativo-financeira é transferida para o Centro Educacional Terra Livre, que agora preferimos chamar simplesmente de Terra Livre (TL). As atividades da Educação Complementar voltam a acontecer no TL e não mais no PETI e encerra-se o convênio com a Secretaria Municipal de Educação. Foi uma experiência enriquecedora e desafiadora.
  • Ano 18 :: 2014 - O programa internacional Semana da Solidariedade ganha fôlego e traz para o Brasil 40 voluntários norte-americanos.
    O programa internacional Semana da Solidariedade ganha fôlego e traz para o Brasil 40 voluntários norte-americanos, entre estudantes e professores. A Copa do Mundo sediada no Brasil estimula atividades pedagógicas voltadas para o esporte e para o aprendizado sobre a cultura brasileira.
  • Ano 17 :: 2013 - Formada a parceria com a Secretaria de Educação de Aparecida de Goiânia e ampliação das atividades
    Neste ano, foi firmada parceria junto a Secretaria Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia. Através desta, foram disponibilizados colaboradores para o Centro Educacional Terra Livre, viabilizando assim a ampliação do número de pessoas atendidas. Firmou-se também as parcerias junto ao Conselho Tutelar e Associação Brasileira de Terapia Familiar, que iniciou atendimento às crianças e seus familiares. Quanto à administração da instituição, foi formalizado e implantado o manual de processos que possibilitou a melhoria do desenvolvimento de nossas atividades internas. Além das parcerias junto às empresas privadas que apoiam e auxiliam a continuidade de nosso trabalho, houve também uma melhoria na comunicação junto aos parceiros e comunidade em geral por meio da atualização frequente do site e fanpage.
  • Ano 16 :: 2012 - Parceria formada com o Ministério Público de Goiás para defesa do ECA
    São firmadas novas parcerias com instituições ligadas ao sistema de garantias dos direitos das crianças e adolescentes, onde as famílias inscritas no Projeto conseguem atendimento na área da saúde de forma agilizada, assim como atendimento psicológico para todos os encaminhamentos realizados pelo Centro Educacional, onde o benefício é extensivo para a família da criança e/ou adolescente atendido na unidade.
  • Ano 15 :: 2011 - Fortalecimento da relação com a Comunidade de Aparecida e Parceria com o Conselho Tutelar
    O laço com a comunidade favorecida se torna ainda mais forte e o Terra Livre passa a atender mais integrantes de uma mesma família, possibilitando assim um maior impacto positivo das ações. O Conselho Tutelar local se firma como um novo e poderoso parceiro da Instituição, momento que reconhece nossas ações em proteção de vítimas de abuso sexual e passa a encaminhar crianças e adolescentes em situação de risco para que sejam também beneficiados pelas ações do Centro Educacional Terra Livre.
  • Ano 14 :: 2010 - Sede provisória em Aparecida de Goiânia
    É o funcionamento a pleno vapor da sede provisória do Centro Educacional Terra Livre que marca este ano! 100 vagas distribuídas entre a Educação Infantil (3 a 6 anos) e a Educação Complementar (7 a 14 anos) são preenchidas em etapas. As crianças pequenas ficam o dia inteiro recebendo cuidados e participando de atividades pedagógicas e recreativas, além de receberem 5 refeições e voltarem pra casa de banho tomado! As acima de 7 anos participam de oficinas como o Clubinho da Leitura, Brincando e Aprendendo, Capoeira, Futsal e Basquete. Os pais das crianças participam da Educação Comunitária, com temas que objetivam aumentar o impacto positivo para as crianças.
  • Ano 13 :: 2009 - Somos reconhecidos pelo Criança Esperança
    O foco das ações esteve principalmente em projetos para viabilizar a construção da sede do Terra Livre e para equipá-la. Conseguiu-se a vitória de sermos premiados com o Criança Esperança em parceria com a UNESCO e TV Globo, que proporcionou uniformes novos para nossos alunos, instrumentos musicais, novos computadores e vários outros equipamentos. Iniciou-se as atividades na sede provisória do Terra Livre através de 2 projetos: Educação Complementar (para crianças de 7 a 14 anos) e Educação Comunitária (para os pais dos beneficiados).
  • Ano 12 :: 2008 - A possibilidade de uma sede própria evolui
    Em 2008, depois de 12 anos de ativo serviço educacional oferecido sempre gratuitamente, a organização recebe do Município de Aparecida de Goiânia um terreno de 5.334 m2, no Residencial Araguaia, local onde passa a manter cada vez mais estreitas relações com a comunidade local, que ansiosamente aguarda pela construção do Centro Educacional Terra Livre.
  • Ano 11 :: 2007 - É hora de desenvolver uma metodologia pedagógica própria
    O aspecto pedagógico das atividades agora é reforçado, para que a educação emancipatória realmente facilite a expressão plena dos potenciais das crianças servidas pelo Terra Livre. Também foi o ano que marcou o apoio que a psicologia pode dar, evidenciando a grande melhora nos níveis de autoconfiança e felicidade das crianças e adolescentes beneficiados.
  • Ano 10 :: 2006 - O trabalho cresce, agora são 600 crianças no projeto de Educação Complementar
    Marcado pelo desafio de levar cursos de educação complementar semanais para 600 crianças de Aparecida de Goiânia e pelo repensar de sua missão, visão, valores e objetivos, o ano de 2006 marcaria o fim de uma etapa na vida do Terra Livre. A instituição, agora mais amadurecida, começa a sonhar e a desenhar as páginas dessa história de amor, justiça e liberdade.
  • Ano 9 :: 2005 - Criação do programa Semana da Solidariedade
    Rompendo fronteiras! Com a criação do programa Semana da Solidariedade, o Terra Livre passa a receber voluntários de outros países e fortalece seu compromisso de conscientização da sociedade sobre os direitos da infância e juventude. Convidada para palestrar sobre desigualdade social em escolas particulares do estado norte-americano de Iowa, a organização falou para mais de 1000 alunos entre 9 e 18 anos de idade e solidificou as parcerias internacionais.
  • Ano 8 :: 2004 - Gestão, planejamento, controle, equipe e orçamento
    Gestão, planejamento, controle, equipe, orçamento passaram a ser palavras chaves para o Terra Livre em 2004. A preocupação em profissionalizar as ações conduziu a organização a treinamentos e à contratação de pessoal. A organização começa a ganhar credibilidade e a oficializar parceria com instituições como o Ministério Público de Goiás e o Escritório da ONU de Prevenção ao Tráfico de Seres Humanos, além de dar palestras sobre 3º Setor em universidades.
  • Ano 7 :: 2003 - Nossa Sede é saqueada e novos projetos surgem
    Em 2003 a pequena sede do Terra Livre no Jardim Novo Mundo foi invadida e roubada por 3 vezes no curto período de 2 meses. Em nenhum momento se cogitou interromper as atividades, que passaram a acontecer então dentro da escola pública da comunidade, bem como na sede administrativa recém conquistada. Em 2003 nasce a Casa dos Curumins, a creche para crianças de 0 a 3 anos que o Terra Livre mantém em parceria com a Associação Holística em Alto Paraíso. O programa sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente que beneficiou 1200 alunos em 2002, beneficiaria 4 mil em 2003.
  • Ano 6 :: 2002 - Nos tornamos uma ONG oficial
    2002 foi o grande divisor de águas para o Terra Livre. Notando a contínua expansão do movimento, seus membros decidem registrar oficialmente a organização, que deixa de ser um grupo de pessoas bem intencionadas e passa a ser uma instituição sem fins lucrativos, com pessoa jurídica constituída. O Terra Livre faz apresentação em congresso internacional na Escócia, dá palestra sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente para mais de 1200 alunos da rede pública do nordeste goiano através do novo programa Criança e Adolescente: Prioridade Absoluta e triplica o nº de alunos participantes nos cursos fixos de educação complementar.
  • Ano 5 :: 2001 - Parcerias com outras Ongs e Novos Voluntários
    No ano de 2001 diversos voluntários da organização se envolveram com a causa das crianças portadoras de deformidades faciais, mais especificamente o lábio leporino e puderam conhecer esse triste e escondido universo. Tal experiência sensibilizou e impulsionou fortemente o grupo de voluntários que se fortaleceu ainda mais na certeza de servir a todas as crianças e jovens de Goiás em situação de exclusão social. No ano de 2001 mais de 200 crianças de municípios do nordeste goiano, conhecido como o corredor da pobreza, se beneficiaram com doações de brinquedos e escovas de dentes. Também nesse ano, o Terra Livre inauguraria sua página na internet.
  • Ano 4 :: 2000 - Integração com a Comunidade
    O Terra Livre se fundiu à comunidade do Jardim Novo Mundo, à Vila Maria Luiza. Criou de fato um movimento de solidariedade e cidadania que permanece até hoje. A organização se sensibilizava com os grandes desafios daquelas famílias e a recíproca era verdadeira. Ajudou a construir casas, ofereceu tratamento odontológico, distribuiu fraldas geriátricas e medicamentos. Não havia mais doador e beneficiário; todos eram parte ativa da mesma engrenagem transformadora e solidária.
  • Ano 3 :: 1999 - Goiás, o primeiro contato
    Em abril de 1999 acontece a inauguração da pequena sede alugada do Terra Livre no Jardim Novo Mundo, periferia de Goiânia. O maior desafio era ganhar a confiança da comunidade. Pouco a pouco a confiança era conquistada, o que culminou com a distribuição de mais de 200 presentes no Natal desse ano e com a adesão de diversos membros da comunidade ao serviço voluntário.
  • Ano 2 :: 1998 - Novas projetos e a nossa chegada em Goiás
    A gente quer comida, diversão e arte! As ações do Terra Livre seguiam: cursos de inglês, artes, aulas de reforço escolar e esportes. Visitas a hospitais, crianças em estado terminal. O Terra Livre passaria por transformações: com a mudança de vários de seus membros para Goiás, as ações no Rio começavam a ficar mais esparsas enquanto a possibilidade de dar continuidade à obra agora no novo estado ganhava força. As perguntas eram muitas, mas havia uma grande certeza: o trabalho que havia começado em 1997 não podia morrer.
  • Ano 1 :: 1997 - A história começa no Rio de Janeiro
    A partir da visão de um mundo mais justo, humano e livre, em janeiro de 1997 nasce o Terra Livre. O primeiro ano foi marcado pelas decepções dos NÃOS, a perplexidade diante da anestesia absoluta, da ausência de solidariedade em tantos corações. Mas principalmente marcado pela alegria em servir às lindas crianças das periferias, dos morros, dos orfanatos do Rio de Janeiro. Marcado pelo brilho de cada sorriso ao entrar pela primeira vez no teatro.
Rua Tamboril, esquina com Rua Vinhático, Qd. 11, Lt. 09 - Residencial Caraíbas - Aparecida de Goiânia - Goiás - CEP 74946-605